Show more

1. O alimento é um bem-comum – não é uma mercadoria, 2. Emergência rima com resiliência. 3. Cultivar a proximidade em tempos de distanciamento social. 💚 obrigada por estas 3 lições, AMAP (Associações pela Manutenção da agricultura de Proximidade) amap.movingcause.org/2020/04/0

#SavePeopleNotPlanes: Carta aberta exige que os trabalhadores e o clima sejam postos em primeiro lugar

Hoje, 250 organizações de 25 países publicaram uma carta aberta dirigida aos governos, exortando-os a resistir a quaisquer tentativas de lóbi da aviação para se precipitarem em salvamentos injustos do setor. A iniciativa insta os governos a aproveitarem antes este momento para incorporar condições sociais e ambientais, que assegurem a devida proteção dos trabalhadores e uma transição para uma mobilidade ambientalmente justa. A partir de hoje, os cidadãos portugueses e de todo o mundo estão a manifestar seu apoio a estas exigências, assinando uma petição que está em rápido crescimento.

“Durante décadas, o setor da aviação evitou contribuir significativamente para os objetivos climáticos globais e resistiu à mera sugestão de impostos sobre o combustível ou os bilhetes. Agora, as companhias aéreas, os aeroportos e os construtores exigem resgates enormes e incondicionais, apoiados pelos contribuintes. Não podemos deixar que a indústria da aviação escape com a privatização dos lucros nos bons tempos e esperar que o público pague as suas perdas nos maus momentos”, diz Magdalena Heuwieser, da Stay Grounded, uma rede global de mais de 150 organizações, que subscreveu a carta juntamente com outras organizações, incluindo institutos universitários, sindicatos e iniciativas pela justiça climática.

A carta exige que os governos: 1) ponham as pessoas em primeiro lugar e socorram os trabalhadores, não os acionistas e os executivos; 2) transformem o setor dos transportes de forma ecológica, reduzindo a procura de transportes aéreos e reforçando alternativas com baixas emissões, como o transporte ferroviário, bem como substituindo postos de trabalho da aviação por empregos para o clima; e 3) pôr termo às isenções fiscais da aviação, instituindo simultaneamente um imposto sobre o querosene e taxas progressivas justas sobre os voos frequentes.

O setor aéreo fez fortuna nas últimas décadas, com taxas de crescimento mais elevadas do que a maioria dos setores económicos – o que levou a um grande aumento de emissões. A aviação já é responsável por 5-8% do aquecimento climático a nível mundial, quando incluímos os outros impactos além do CO2. Trata-se de um dano enorme, ainda mais porque causado por poucos passageiros frequentes: como descobriu um estudo recente, os 10% mais ricos do mundo utilizam 75% da energia do transporte aéreo.

Alexandre Perteguer, da campanha ATERRA, que junta 15 organizações portuguesas e é uma das promotoras desta iniciativa, afirma: “A crise do Covid-19 é urgente. No entanto, pode ser apenas uma amostra do que será uma crise climática. O momento que vivemos mostra que se é possível agir coletivamente de forma a parar milhares de mortes pelo vírus, também é possível efetuar uma verdadeira transição energética justa. Formar trabalhadoras da aviação para a transição para uma economia sustentável, e investir na ferrovia e noutros meios de transporte que respondam às necessidades da população, sem por em causa o futuro. O regresso à normalidade anterior à crise do Covid-19 não pode ser uma opção.”

Tahir Latif, do sindicato britânico PCS, que também representa os trabalhadores do setor da aviação, afirma: “O colapso da indústria da aviação deixou os trabalhadores vulneráveis e inseguros quanto ao seu futuro. A PCS e outros sindicatos exigem que as proteções financeiras, laborais e sanitárias sejam orientadas para ajudar os trabalhadores. Um rendimento básico real, que permita aos trabalhadores ver o futuro para lá da crise, tem de ter prioridade sobre os salvamentos das empresas. Exigimos a propriedade pública dos nossos sistemas de transporte, para permitir uma resposta mais humana e coerente no caso de crises semelhantes no futuro e para iniciar desde já a tarefa de planear a transição justa dos trabalhadores para empregos que façam face ao impacto dos transportes, em especial da aviação, nas alterações climáticas”.

Pablo Muñoz, da organização espanhola Ecologistas en Acción, afirma: “Embora estejamos justamente concentrados em salvar vidas e proteger as nossas comunidades da ameaça sanitária imediata do Covid-19, os nossos governos têm uma escolha: podem entregar incondicionalmente o dinheiro dos contribuintes às empresas, ou podem aproveitar a oportunidade para começar a construir uma economia que não prejudique as pessoas nem o planeta”.

https://aterra.info/250-organizacoes-exigem-linhas-vermelhas-para-o-resgate-a-aviacao/

Por que não devemos nos submeter ao Google e seus termos:

"Ao fazer upload, enviar, armazenar, enviar ou receber conteúdo para ou através de nossos Serviços, você concede ao Google (e àqueles com quem trabalhamos) uma licença mundial para usar, hospedar, armazenar, reproduzir, modificar, modificar, criar trabalhos derivados (como os resultantes de traduções, adaptações ou outras alterações que fazemos para que seu conteúdo funcione melhor com nossos Serviços), comunique, publique, execute publicamente, exiba e distribua publicamente esse conteúdo".

simples: #fuckgoogle

Não Pague Aluguel!
vimeo.com/401973665

open.tube/videos/watch/6eda659

 
O vírus ameaça nossas vidas - mas também ameaça a ordem social que já estava tornando nossas vidas inviáveis. Juntos, podemos sobreviver a ambos. Em abril, não pague aluguel. E organize sua vizinhança para que ninguém pague!
Este vídeo é uma parceria entre CrimethInc., It's Going Down, Submedia e Antimí
antimidia.noblogs.org/nao-pagu
#General

🔁 
Title: "EAT THE RICH!" 
Category: SLOGANS 
Orig. size: SQUARE (2000 x 2000)
Free download of the original file at TheRebelUnleashed.net/categori
#TheRebelUnleashed #TRU

¡Saludos a nuestres compañeres en todo el mundo!
Por la crisis del #Coronavirus en este momento estamos ocupando apartamentos vacios en Berlin para ofrecerlos a las personas sin hogar. Juntes y solidaries vamos a superar la crisis - y el capitalismo.
#housingactionday2020

covid-adj, megacorp 

El presidente brasileño, Jair Bolsonaro, es un psicópata. No es hora de eufemismos ni medias palabras. No solo es fascista, nepotista, ignorante, incapaz, misógino, xenófobo, homofóbico, admirador de dictadores y torturadores, está rodeado por un gabinete de lunáticos, terraplanistas y fundamentalistas religiosos, y vinculado personalmente con bandas de milicianos y asesinos a sueldo. Además, es un psicópata.
ctxt.es/es/20191120/Firmas/315

Disroot: CryptPad

Ya pueden usar CryptPad en
https://cryptpad.disroot.org

CryptPad es una suite de oficina para trabajar colaborativamente y de manera segura. Todo el contenido y la comunicación están cifradas. Y es parte del Kit para la cuarentena que estamos por compartir en breve.


#Disroot #Cuarentena #CryptPad

[Espanha] Esta é uma guerra… de classes

Agora eles nos dizem que precisamos ser solidários para nos livrar dessa peste, contê-la um pouco e não colapsar o Sistema Nacional de Saúde, que é quem está travando a batalha. E isso, amigos, é a Propaganda de Guerra. Propaganda dos poderosos na Guerra de Classes. E eu explico o porquê
noticiasanarquistas.noblogs.or

La UE libera estándares europeos de mascarillas, guantes y batas para facilitar su fabricación. Es decir, la UE está cumpliendo con los principios del software libre de liberar, copiar, estudiar y mejorar. En tiempos de urgencia, lo colectivo da respuesta a donde las iniciativas individualistas no llegan. #Procomún #Commons
m.europapress.es/internacional

#ParadosJáEstamos

A pandemia impôs o isolamento, que revelou a única coisa que amedronta a burguesia : a #GreveGeral.

Continuemos parados, sem produzir. Que venham as falências.

Show more
Coletivos.org

Nós somos um coletivo que fornece espaço a outros coletivos na internet, para debater, partilhar, conversar, mail e uma rede social! Queremos um espaço na internet onde sejamos soberanos dos nossos dados e das nossas redes, sendo a confiança criada através de de provas de cooperação. coletivos.org